Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, object given in /home/jornalacidaderegional/www/modelos/padrao/controles/posts.php on line 78
Vereador foragido pode reassumir cargo em 2013 mesmo com renúncia
booked.net
O Jornal da Região de Cornélio Procópio - Diretor: Jornalista Breno Jordão - Fone (43) 3524-1303

Cornélio Procópio - PR, - Diretor: Jornalista Breno Jordão - Fone (43) 3524-1303

Atualizado em 04/12/2012 às 01:04:02

Vereador foragido pode reassumir cargo em 2013 mesmo com renúncia

Imprimir

Ex-presidente da Câmara de Apucarana,

no PR, teve a prisão decretada.

Ele está foragido, mas pode reassumir

poque foi reeleito em outubro.

O ex-presidente da Câmara Municipal de Apucarana, Alcides Ramos (DEM), pode seguir atuando como vereador em 2013, mesmo tendo renunciado ao cargo por estar foragido. Ele foi acusado pelo Ministério Público (MP) de comandar um esquema de desvio de dinheiro público na Casa e teve a prisão decretada pela Justiça, mas pode reassumir em janeiro, pois foi o candidato a vereador mais votado na eleição de outubro, com 2.613 votos.

De acordo com o MP, o esquema de desvio funcionava através da emissão de notas frias, passando de R$ 38 mil o valor desviado. A acusação aponta que Câmara teve gastos irregulares com publicidade, lavagem de carros oficiais, compras de tintas, gás, alimentos, pneus e peças. Documentos apontam que três carros da Casa foram lavados 49 vezes em dois meses.

Entre os 15 indiciados, além de Ramos, estão atuais e ex-servidores da casa, empresários, donos de padaria, supermercados e agências de publicidade. Foram presas uma secretária do ex-presidente e a copeira da Câmara, mas esta última teve a prisão revogada por colaborar com as investigações. Também estão foragidos dois funcionários comissionados.

O comando da Casa passou para o vereador Valdir Frias (PSD) após a renúncia de Ramos, mas pode retornar às mãos do acusado caso ele reassuma a vaga. Por esta razão, o MP cobra da Câmara a instalação de uma investigação interna para apurar as irregularidades, o que pode resultar em um processo de cassação do novo mandato do ex-presidente .



Você pode gostar também de:

» Comentários

Postagem em questão: “Vereador foragido pode reassumir cargo em 2013 mesmo com renúncia”

 

  1. Comente esta matéria!

Enviar Comentário
Name (obrigatório)
E-Mail (não será publicado) (obrigatorio)
Cidade (obrigatorio)
 
 

Diretor: Jornalista Breno Jordão
Fone: (43) 3524-1303
®Todos os direitos reservados