Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, object given in /home/jornalacidaderegional/www/modelos/padrao/controles/posts.php on line 78
Fenaban apresenta nova proposta, mas greve já é a maior da história
O Jornal da Região de Cornélio Procópio - Diretor: Jornalista Breno Jordão - Fone (43) 3524-1303

Cornélio Procópio - PR, - Diretor: Jornalista Breno Jordão - Fone (43) 3524-1303

Atualizado em 05/10/2016 às 21:58:38

Fenaban apresenta nova proposta, mas greve já é a maior da história

Imprimir

A greve dos bancários já completou 30 dias e a quarta proposta da Fenaban foi apresentada na noite desta quarta-feira (5). Esta é a décima rodada de negociações.

Segundo informações da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), na nova rodada de negociação, que ainda estava sendo realizada, já foi apresentada pela Fenaban uma nova oferta patronal, que prevê reajuste para 2016 de 8% mais abono de R$ 3,5 mil, reajuste de 15% no vale-alimentação, 10% no vale-refeição, 10% no auxílio creche-babá, licença paternidade de 20 dias, além do reajuste da inflação em 2017, mais 1% de aumento real, nos salários e em todas as verbas. Além da criação de centro de realocação e requalificação profissional

A última proposta realizada pelos patrões foi na última quarta-feira (28), quando a federação ofereceu aumento no abono para R$ 3,5 mil, mais 7% de reajuste, extensivo aos benefícios, e que a convenção tenha duração de dois anos, com garantia para o próximo ano, além do reajuste pela inflação acumulada e mais 0,5% de aumento real.

A presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina, Regiane Portieri, afirmou que a reunião dos bancários com a Fenaban começou por volta das 19h e, em seguida, vai acontecer uma reunião específica com os funcionários do Banco do Brasil. Por isso, não há previsões de definições.

Conforme dados da Contraf-CUT, 13.104 agências e 44 centros administrativos estavam com as atividades paralisadas até a última terça (4). "O número representa 55% do total de agências de todo o Brasil", diz nota.

Os trabalhadores reivindicam reajuste de 14,78%, sendo 5% de aumento real, considerando inflação de 9,31%; participação nos lucros e resultados (PLR) de três salários acrescidos de R$ 8.317,90; piso no valor do salário-mínimo do Dieese (R$ 3.940,24), e vales alimentação, refeição, e auxílio-creche no valor do salário-mínimo nacional (R$ 880). Também é pedido décimo-quarto salário, fim das metas abusivas e do assédio moral.

Atualmente, os bancários recebem piso de R$ 1.976,10 (R$ 2.669,45 no caso dos funcionários que trabalham no caixa ou tesouraria). A regra básica da participação nos lucros e resultados é 90% do salário acrescido de R$ 2.021,79 e parcela adicional de 2,2% do lucro líquido dividido linearmente entre os trabalhadores, podendo chegar a até R$ 4. 043,58. O auxílio-refeição é de R$ 29,64 por dia.

Em relação aos dias parados, a proposta prevê que todos os dias de greve deverão ser compensados, sem prazo limite. (Bonde)



Você pode gostar também de:

» Comentários

Postagem em questão: “Fenaban apresenta nova proposta, mas greve já é a maior da história”

 

  1. Comente esta matéria!

Enviar Comentário
Name (obrigatório)
E-Mail (não será publicado) (obrigatorio)
Cidade (obrigatorio)
 
 

Diretor: Jornalista Breno Jordão
Fone: (43) 3524-1303
®Todos os direitos reservados